Logo da CBIC

Agência CBIC

12/08/2019

GloboNews e MyNews abordam papel da construção para impulsionar economia

O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, esteve no estúdio da GloboNews na última sexta-feira (9), para comentar a queda do setor de serviços e o papel da indústria da construção na retomada do investimento e do emprego.

“Os números de serviços e comércio estão em queda, mas a gente só sai de uma crise investindo em empregos, investindo na construção civil. A gente começou uma projeção de ano visando 1 a 2% positivo e hoje nós estamos com – 2% nas projeções”, afirmou Martins à jornalista Juliana Rosa.

Publicidade

Ao ser questionado pela apresentadora Christiane Pelajo sobre a expectativa do setor para o segundo semestre, Martins destacou que os juros hoje estão no menor patamar da história, mas não é suficiente. “É uma condição necessária, mas não basta para que se tenha uma atividade econômica mais robusta e aquecida. O que realmente precisamos é confiança no futuro. Ninguém compra uma casa ou faz um investimento se não acreditar no futuro. O governo precisa dar sinais dos agentes econômicos de que as coisas vão andar certinho. Isso passa pela segurança jurídica, cumprimento de contratos e por uma série de fatores desse tipo”, disse Martins.

Sobre o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS), o presidente da CBIC explicou que o governo ficou de repassar dados que demonstrem claramente de onde foram retirados esses recursos, para não ter impacto futuro. “Uma coisa é ter R$ 500 bilhões em depósitos de FGTS, outra coisa é ver o quanto disso já foi colocado em financiamento de saneamento, de mobilidade, de unidades habitacionais. Hoje a liquidez do fundo não permite um saque grande como esse. Porque você pode até gerar o emprego imediato, mas quem depende desses recursos para o futuro, não vai liberar o recurso. Então pode-se gerar algum desemprego hoje pensando em uma expectativa do governo para 2021”.

Na quinta-feira (8), em entrevista para o canal MyNews José Carlos Martins falou sobre mercado imobiliário e os sinais de recuperação do setor. De acordo com o presidente da CBIC, os estoques estão baixando e os lançamentos diminuindo. “Hoje se tem mais vendas que lançamentos, o que faz com que o estoque caia. Por isso a um bom tempo temos procurado o governo, o Banco Central, os atores envolvidos para melhorar mecanismos que possam agilizar e facilitar o financiamento, que é a grande trava que temos nesse processo”, afirmou.

Quando a jornalista Mara Luquet relembrou que a crise foi traumática para o setor, Martins completou que, apesar de tudo, a crise trouxe muitos ensinamentos. “Existem pontos básicos que precisamos trabalhar, como dar maior credibilidade aos recebíveis, para esses ativos gerados a partir dos empreendimentos imobiliários. A nossa proposta é que se comece a trabalhar um financiamento ao comprador em cima de índices de preço, porque esse tipo de papel o mercado compra e assim você traz mais dinheiro para o sistema”.

Martins também descartou qualquer risco de bolha, já que a concessão de crédito no Brasil é muito mais rigorosa que a do mercado internacional. “O nível de inadimplência, apesar de toda crise, ficou em 1,5%. Com a crise que a gente teve qual outro tipo de financiamento manteve-se com uma inadimplência tão baixa?”.

Sobre perspectivas para o futuro, o presidente afirmou que o mercado imobiliário está melhorando. “Foi um trimestre melhor. A nossa previsão de vendas no mercado de caderneta de poupança é o de aumentar 10% este ano. A parte do Minha Casa Minha Vida, que há 10 anos não tinha esse mercado, hoje representa dois terços do mercado como um todo”.

 

 

COMPARTILHE!

Agenda da Construção

Agosto, 2019

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

13Agoallday25allday2° Brasília Cidade Design

17Ago09:0014:00DIA NACIONAL DA CONSTRUÇÃO SOCIAL - SINDUSCON-MG

17Ago13:0017:00DIA NACIONAL DA CONSTRUÇÃO SOCIAL NO SESC CHAPECÓ

Eventos

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-SE
ADIT Brasil
Sinduscon-RIO
Sinduscon-JP
Sinduscon Sul – MT
Sinduscon Anápolis
Sinduscon Chapecó
Sinduson – GV
Sinduscon – CO
Sinduscon-Extremo Oeste
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Sinduscon-AL
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X