Logo da CBIC

AGÊNCIA CBIC

19/06/2024

Gestão eficiente da segurança de trabalhadores terceirizados na construção 

Na dinâmica atividade da construção, a terceirização de mão de obra se tornou uma realidade essencial. Garantir a segurança dos trabalhadores contratados é fundamental para a integridade de todos os envolvidos no processo.

A terceirização apresenta desafios significativos, especialmente no que diz respeito à segurança no trabalho e ao cumprimento das normas regulamentadoras. A chave para enfrentar esses desafios está em uma gestão eficaz da segurança dos terceirizados.

Elementos fundamentais para uma gestão eficiente:

  1. Avaliação de Riscos: É crucial identificar e avaliar os riscos específicos associados às atividades da construção, especialmente aquelas realizadas por trabalhadores terceirizados.
  2. Treinamento e Conscientização: Todos os trabalhadores, incluindo terceirizados, devem receber treinamento regular sobre segurança no trabalho, práticas seguras e uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).
  3. Monitoramento e Fiscalização: Implementar um sistema rigoroso para monitorar e fiscalizar a aplicação das práticas de segurança é essencial para garantir conformidade e segurança contínuas.
  4. Comunicação Eficaz: Estabelecer canais claros e eficazes de comunicação entre a empresa contratante, os trabalhadores terceirizados e as empresas de terceirização é fundamental para alinhar expectativas e garantir a segurança de todos.

A gestão eficiente da segurança dos trabalhadores terceirizados demanda uma abordagem de responsabilidade compartilhada. Enquanto a empresa contratante deve proporcionar um ambiente de trabalho seguro e garantir o cumprimento das normas de segurança, as empresas terceirizadas são responsáveis por assegurar que seus funcionários estejam devidamente treinados e equipados.

Implementar estratégias adequadas na gestão dos trabalhadores, incluindo os terceirizados, não apenas promove a segurança, mas também contribui para a manutenção de altos padrões de produtividade. Com isso, a indústria da construção pode continuar avançando com segurança e eficiência.

Esta abordagem proativa não apenas protege os trabalhadores, mas também fortalece a integridade e a reputação das empresas envolvidas no setor da construção.

O tema tem interface com o projeto “Conhecimento, Segurança e Saúde no Trabalho”, da Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT) da CBIC, com a correalização do Serviço Social da Indústria (Sesi).

COMPARTILHE!

Julho/2024

Parceiros e Afiliações

Associados

 
Ademi – MA
AELO
Sinduscon-SF
FENAPC
Abrainc
Sinduscon-AP
APEOP-SP
Sinduscon-PA
Sinduscon-TO
Sinduscon-TAP
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
 

Clique Aqui e conheça nossos parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 

Parceiros

 
Multiplike
Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea