Logo da CBIC

Agencia CBIC

19/05/2020

Nota de esclarecimento: A Covid-19 na Construção

Em relação à notícia publicada na Coluna do Broadcast (O Estado de S. Paulo, 19/5/2020), de que ao menos 57 operários da construção teriam morrido na Região Metropolitana de São Paulo na pandemia de Covid-19, esclarecemos o que segue:

Lamentamos profundamente os óbitos, ocorridos entre os 650 mil trabalhadores formais da construção paulista.

O número 57 decorre de uma sondagem informal. Envolve trabalhadores da construção e seus familiares, e abrange todo o período desde o início da pandemia.

Não há evidências de que as perdas indicadas, assim como os contágios relatados, estejam ligados diretamente às atividades profissionais nas obras, podendo também ter se originado nas residências ou em outros locais.

Desde o início da pandemia, Sintracon-SP, SindusCon-SP e Seconci-SP instalaram um Comitê Permanente para zelar pela saúde dos trabalhadores e pela manutenção de seus empregos. Junto com a Abrainc e o Secovi-SP, empreenderam uma série de ações de conscientização de empregadores e trabalhadores.

Essas ações, feitas por meio de vídeos, folhetos, cartazes e um Guia Orientativo, preconizam medidas rigorosas nos canteiros de obras, como:

  • medição de temperatura,
  • higienização constante das mãos e dos Equipamentos de Proteção Individual,
  • uso de máscaras na obra e nos trajetos de ida e volta,
  • evitar aglomerações na entrada e saída, nas área de convivência e nos elevadores, entre outras.

Para aferir o andamento dessas ações, o SindusCon-SP e o Seconci-SP iniciaram uma enquete e divulgaram os primeiros resultados relativos a 0,2% dos trabalhadores da capital paulista. Entre as empresas respondentes, registrou-se alta adesão às medidas protetivas e nenhuma registrou óbito no período de 1 a 12 de maio.

Novas rodadas da pesquisa serão feitas nas próximas semanas, para que as entidades, os trabalhadores e as construtoras possam acompanhar a evolução da pandemia e seguir adotando todos os cuidados necessários à preservação da saúde.

Pesquisa realizada pela Abrainc com 23 empresas sediadas no Estado de São Paulo envolveu 28.198 colaboradores trabalhando em 381 canteiros (93% do contigente total). Essa amostra registrou 361 (1% do total) de trabalhadores infectados (realizaram teste positivo), 13 dos quais (0,05% do total) foram internados. Foram apurados 3 óbitos (0,01% do total). Todas trabalham com rígidas regras de saúde e segurança mencionadas acima.

Antonio de Sousa Ramalho, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil (Sintracon-SP)
Basílio Jafet, presidente do Sindicato da Habitação (Secovi-SP)
Luiz França, presidente da Associação das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc)
Haruo Ishikawa, presidente do Serviço Social da Construção (Seconci-SP)
Odair Senra, presidente do Sindicato da Indústria da Construção (SindusCon-SP)

COMPARTILHE!

Agenda de la construcción

septiembre/2021

Filtrar eventos

lun

mar

mie

jue

vie

sab

dom

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

09sepallday05octalldayCurso ESG na prática: o novo protagonismo sustentável das organizações.(Todo el dia) formato híbrido

Socios y Entidades Confederadas

Socios

 
Sinduscom-SL
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Ademi – MA
Sinduscon-JP
SINDUSCON – SUL
Sinduscon-AL
Sinduscom-VT
Sinduscon-Caxias
Assilcon
Sinduscon-BC
Sinduscon-RS
FENAPC
 

Marque aquí y consulte a nuestros socios

Entidades Confederadas

 
CICA
CNI
FIIC
 
X