Evento 92° ENIC 2020 - 100% Online | Inscreva-se já!
Logo da CBIC

Agencia CBIC

26/03/2015

Construção teme maior corte de trabalhadores até o fim do ano

"Cbic"
26/03/2015

DCI Online – 26 de março

Construção teme maior corte de trabalhadores até o fim do ano

Paula Cristina

São Paulo – Depois de registrar um corte de 30,9 mil trabalhadores em fevereiro, empresários e entidades da construção temem que o nível se acentue nos próximos meses. Isso em função da economia mais fraca e da piora na perspectiva de crescimento dos construtores.

No mês passado, o número de empregados recuou 0,94% sobre janeiro. Na comparação com o mesmo mês de 2014, houve queda de 7,82%, menos 278 mil postos. "A queda ocorre em uma dimensão preocupante em todos os segmentos do setor, que representa 50% dos investimentos do País", argumentou ontem o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), José Romeu Ferraz Neto.

Para interromper o processo, segundo o executivo, é necessário a retomada dos investimentos em infraestrutura e em obras imobiliárias, com mais recursos para o Programa Minha Casa Minha Vida, para estimular o mercado.

"É preciso estancar o processo de demissões, retomando os investimentos do PAC, voltando a pagar em dia, revendo o fim da desoneração da folha de pagamentos da construção e acelerando os estudos para novas concessões públicas", explicou o executivo, em comunicado oficial.

Por estado

De acordo com o SindusCon, a Região Sudeste apresentou o maior número de empregos suprimidos (12.813), com queda de 0,78% em comparação a janeiro. A queda mais expressiva foi constatada no Norte (-2,24%), com o corte de 4.628 vagas no último mês.

No Nordeste, o saldo entre demissões e contratações foi negativo em 1,56%, com a eliminação de 11.122 empregos; no Sul, ocorreu o corte de 947 vagas (-0,19%) e no Centro-Oeste, de 1.452 (-0,58%).

No Estado de São Paulo o índice ficou negativo em 0,62%, com um corte de 5,2 mil vagas. Em relação a fevereiro do ano passado, foi constatada queda de 6,08%, com o fechamento de 54.316 postos de trabalho. O número de empregados na construção civil estadual estava em 839,2 mil pessoas no fim de fevereiro.

Resultado positivo

O balanço do Sinduscon, liberado em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), apontou ainda que houve aumento na contratação de pessoal nas cidades de Ribeirão Preto, com a criação de 287 novos postos de trabalho e alta de 0,53% sobre janeiro, e Santos, com a geração de 170 vagas, o que é 0,55% maior do que no mês anterior. Na capital paulista, o saldo foi 0,72 inferior a janeiro, com a redução de 2.806 trabalhadores.

 


"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de la construcción

noviembre/2020

Filtrar eventos

lun

mar

mie

jue

vie

sab

dom

-

-

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

24novallday26allday3º Seminário Internacional: A Era BIM(Todo el dia) Online

25novallday27alldayLARE Expo & CONFERENCE 2020 - Latin America Roofing Expo(Todo el dia) Expo Center Norte, em São Paulo - SP

26novallday28alldayADIT Share - Seminário sobre Multipropriedade e Timeshare(Todo el dia) Wish Serrano Resort & Convention - Gramado - RS

26nov17:0019:00Quintas da CBIC: de novembro serão vinculados ao 92º ENIC17:00 - 19:00 Online

Socios y Entidades Confederadas

Socios

 
Sinduscon-Caxias
Sinduscon-RIO
Sinduscon-AM
Sinduscon-Costa de Esmeralda
Sinduscon Chapecó
Sinduscon-JF
Sinduscon-SF
Sicepot-PR
Sinduscon – Vale do Piranga
Sinduscon – Vale
Ademi – PR
Sinduscon – CO
 

Marque aquí y consulte a nuestros socios

Entidades Confederadas

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X