Logo da CBIC

CBIC`s Agency

21/09/2011

CRI com lastro em crédito supera aluguel

"Cbic"
21/09/2011 :: Edição 181

 

Jornal Valor Econômico/BR 21/09/2011
 

CRI com lastro em crédito supera aluguel

Securitização

Medidas do governo e queda nos juros devem estimular os bancos a vender carteiras
As emissões de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) com lastro em operações de crédito atingiram R$ 3,8 bilhões no acumulado de janeiro a agosto deste ano e superaram pela primeira vez as ofertas realizadas com base em contratos de aluguel. Para especialistas, a queda na taxa de juros deve impulsionar ainda mais a demanda do investidor e estimular os bancos a securitizar os financiamentos que carregam no balanço.
 No total, as ofertas de CRI alcançaram R$ 7,3 bilhões, alta de 49,3% em relação aos oito primeiros meses do ano passado, de acordo com dados da Uqbar cedidos ao Valor  e que serão detalhados durante o congresso de finanças estruturadas promovido pela empresa, nesta quinta-feira. Em 2010, os CRIs de financiamento imobiliário representavam menos da metade das operações com lastro em aluguéis. O estoque de títulos em mercado atualmente é de R$ 24,5 bilhões.
 O crescimento do crédito imobiliário como lastro dos CRI é reflexo da evolução do segmento de securitização e também da economia, segundo Pedro Junqueira, sócio da Uqbar. "A maior demanda por financiamentos é a força motora desse mercado", afirma.
 Apesar de ver um espaço grande para expansão, Junqueira avalia que o desempenho dependerá da disposição dos bancos em vender os créditos. Hoje, a maior parte dos CRI lastreados em crédito imobiliário ainda se concentra no segmento corporativo, e não no residencial.
 O impulso para a emissão de CRI com lastro em financiamentos foi dado no fim do ano passado, com a resolução º 3.932 do Conselho Monetário Nacional (CMN). A regra excluiu a possibilidade de os bancos usarem os recebíveis de contratos de aluguel como parte do direcionamento de 65% dos recursos da caderneta de poupança para o crédito imobiliário.
 A mesma norma autorizou os bancos a contabilizar por um período de 36 meses os créditos imobiliários vendidos a securitizadoras, com redução gradual durante esse prazo. Antes da medida, a retirada precisava ser feita de uma vez, o que estimulava os bancos a manter os créditos no balanço.
 Com mais tempo para recompor o enquadramento, a expectativa é de que as instituições financeiras partam para a venda dos créditos que possuem, segundo Fernando Cruz, diretor da Brazilian Securities. "Estamos em contato com os bancos e vários deles já estudam fazer emissões", diz.
 A Brazilian Securities foi a responsável pela primeira experiência de securitização da carteira imobiliária da Caixa Econômica Federal, com uma emissão de R$ 232,7 milhões em CRI. Os papéis possuem prazo de 94 meses e remuneração de 10% ao ano mais a variação da TR. Mais da metade do volume, porém, ficou nas mãos do próprio banco, que também adquiriu a parcela subordinada de emissão, de R$ 25,9 milhões.
 Com a redução dos juros, cai também o custo das emissões, o que torna a securitização mais atraente para as instituições financeiras, destaca Cruz. A antecipação dos créditos ainda abre espaço para os bancos realizarem novos financiamentos imobiliários e fomentar esse mercado.
 Do lado do investidor, a isenção do imposto de renda para pessoas físicas deve manter o CRI como uma opção de investimento em tempos de juros baixos. Mas para Junqueira, da Uqbar, o mercado ainda deve passar por uma curva de aprendizado, já que as emissões devem ser atreladas a indicadores menos usuais, como a TR, que remunera o funding da poupança, e envolver estruturas de subordinação que assegurem um nível de risco adequado para os investidores.
"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

20octallday22allday1° Evento de Construções Sustentáveis da 9ª Fiema Brasil - Feira de Negócios, Tecnologia e Conhecimento em Meio Ambiente(All Day) Bento Gonçalves - RS

20oct10:0012:30Webinar COIC/CBIC debate: Caminhos para Valorizar a Engenharia10:00 - 12:30 Via Zoom

20oct17:0018:30Webinar - Ciclo de Debates Regionais - Nova Lei Geral do Licenciamento Ambiental – Região Centro-Oeste17:00 - 18:30 Via Zoom

Partners and Affiliations

Partners

 
Sinduscon-BA
Sinduscon-Porto Velho
APEOP-PR
Sinduscon-PE
ASEOPP
Sinduscom-VT
Sinduscon Chapecó
APEOP-SP
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Sinduscon-BNU
Sinduscon – CO
SINDUSCON – SUL
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X