Logo da CBIC

AGÊNCIA CBIC

10/04/2024

A IA pode ajudar a resolver o problema da mão de obra na construção

A inteligência artificial vem causando uma revolução em todas as áreas da economia e dos negócios e pode ajudar o setor de construção a amenizar gargalos atuais como a escassez da mão de obra e os problemas de segurança no trabalho, não só nas tarefas mais pesadas do dia a dia mas também em treinamentos.

A afirmação é do publicitário Leonardo Cavalcanti, que apresentou o painel Dia a dia com a IA: as 25 ferramentas que vão mudar o seu dia a dia, durante o 98º Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC). O painel foi mediado pelo presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Rio de Janeiro (SINDUSCON-RJ), Claudio Hermolin.

Na avaliação do Cavalcanti, o setor de construção civil tem uma realidade material muito física ainda, mas já transita em dois universos porque os projetos são virtuais. Segundo o especialista, essa mudança provocará uma alta do desemprego, mas na base média dos profissionais, que podem ser absorvidos em outras áreas do setor. “Não nos esqueçamos que essa disrupção ocorreu também durante a Revolução Industrial, não é um fenômeno novo, o que muda é a velocidade do processo que ocorre agora. Hoje fazemos em uma semana com IA o que levaria 10 anos.”

O publicitário elencou alguns pontos nos quais a IA está ajudando a construção civil, a exemplo da prospecção de terrenos, condução da obra, segurança e na redução de custos com manutenção e até mesmo análise do comportamento dos clientes. “Antes era necessário realizar em média 12 visitas para se vender um terreno ou um imóvel, hoje com as ferramentas de IA isso foi reduzido para três dias”, afirmou. A parte de treinamento dos trabalhadores é uma área que pode avançar ainda mais, disse Cavalcanti.

As ferramentas de IA trabalham com um processo que não é novo: “o que muda é a capacidade de estruturar dados e organizar o processo de forma rápida e de forma simples para qualquer pessoa”, reforçou.

Os projetos imobiliários funcionam de forma mais rápida e de forma mais eficiente com a IA. Há ferramentas, segundo Cavalcanti, que possibilitam que as obras sejam mais rápidas e muito mais seguras e, portanto, muito mais econômicas. O publicitário mostrou robôs que executam tarefas mais pesadas na construção – uma área considerada não atrativa e que gera custos devido ao alto índice de acidentes de trabalho. “Essa área tem sido um gargalo para o setor”, interveio o presidente do SINDUSCON-RJ, ao reforçar que falta mão de obra para o trabalho mais pesado, principalmente dos mais jovens.

Cavalcanti demonstrou ferramentas de monitoramento de obras que auxiliam na prevenção de acidentes. “Câmaras inteligentes conseguem detectar onde pessoas não deveriam estar. Os sistemas emitem sinais de alerta a partir de movimentos, algo que representa um ganho de produtividade e de qualidade para a saúde do trabalhador”.

A área de acabamento, pintura, design e arquitetura está mais avançada na utilização de IA, segundo Cavalcanti, “gerando qualidade de tempo e de imagem para os projetos. As possibilidades são infinitas”. Claudio Hermolin exemplificou que hoje já é uma realidade, a partir de um imóvel vazio, mostrá-lo ao cliente reformado e mobiliado, algo que agrega valor ao negócio.

Cavalcanti esmiuçou alguns aplicativos como o ChatGPT, Gamma, Archttechtures, PrompHero, entre outros, para o público que lotou a Arena Conteúdo. Entre os pontos negativos da IA, o palestrante destacou os maus usos dentro do universo da Deepfake, ainda muito focados na elaboração de perfis falsos e na aplicação de golpes financeiros.

O 98º Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC) é realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Serviço Social da Indústria (Sesi). O evento ainda tem o patrocínio do Banco Oficial do ENIC e da FEICON, a Caixa Econômica Federal, do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP), Mútua, Sebrae Nacional, Housi, Senior, Brain, Tecverde, Softplan, Construcode, TUYA, Mtrix, Brick Up, Informakon, Predialize, ConstructIn, e Pasi.

COMPARTILHE!

Junho/2024

Parceiros e Afiliações

Associados

 
Sinduscon-MA
Sinduscon-Mossoró
Sinduscon-Oeste/PR
Sinduscon-PA
ADIT Brasil
Sinduscon – Lagos
APEMEC
Ademi – PE
Sinduson – GV
Sinduscon-RR
Ademi – ES
Sinduscon-BA
 

Clique Aqui e conheça nossos parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 

Parceiros

 
Multiplike
Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea