Logo da CBIC

Agencia CBIC

06/07/2012

Sudeste é a região mais cara para construir: R$ 877,81 por metro quadrado

"Cbic"
06/07/2012 :: Edição 354

BOL – Notícias – 06/07/2012

Sudeste é a região mais cara para construir: R$ 877,81 por metro quadrado

 Os moradores da região Sudeste foram os que mais desembolsaram na hora de construir um imóvel no mês de junho deste ano.Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta sexta-feira (6), revela que o custo do metro quadrado na região chegou a R$ 877,81, incluindo materiais e mão-de-obra. Já o custo médio nacional atingiu R$ 836,06 no mês passado.

 Em seguida estão as regiões Norte, onde o valor do metro quadrado alcançou R$ 838,56; Sul, onde os custos atingiram R$ 833,09; e Centro-Oeste, com o metro quadrado a R$ 832,17. Os moradores do Nordeste, por sua vez, foram os que pagaram menos na hora de construir no mês passado: R$ 787,30.

 Em relação ao maior aumento de custo em junho, na comparação com maio, a região Sul se destacou, mostrando um avanço de 1,80%. Já as regiões Norte e Sudeste, por sua vez, foram as que tiveram os menores aumentos no mês passado, com avanços de 0,28% ambas, se comparado com o mês anterior.

 Por estado 

 Ao analisar os dados por estado, Santa Catarina registrou a maior variação mensal, de 6,04%, "devido à pressão exercida pelo reajuste salarial decorrente de acordo coletivo". A segunda maior variação ficou com o Distrito Federal (3,70%). Na outra ponta, as menores variações ocorreram no Acre e no Maranhão, com taxa de 0,01% ambas. No Amapá também houve um leve aumento, de 0,03%. Rio de Janeiro e Bahia também tiveram variações pequenas, de 0,05% e 0,09%, respectivamente. Com relação ao estado mais caro para se construir, o Rio de Janeiro ficou novamente em primeiro lugar, com R$ 952,72. Por outro lado, o Espírito Santo registrou o menor custo, de R$ 732,63.

 Índice 

 O Índice Nacional da Construção Civil engloba o preço da mão-de-obra, que ficou em 1,32%, ou seja, 0,04 p.p. menor, se comparado com maio, e de materiais de construção (0,16%), alta de 0,09 p.p. em relação ao mês de maio.

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Outubro/2022

Agenda de la construcción

Socios y Entidades Confederadas

Socios

 
Ascomig
Sinduscon-AC
Sinduscon-PA
Sinduscon-GO
SINDICIG
Ademi – GO
Assilcon
Sinduscon – Lagos
Sinduscon-SP
Sinduscon-CE
Sinduscon-Teresina
Sinduscon-ES
 

Marque aquí y consulte a nuestros socios

Entidades Confederadas

 
CICA
CNI
FIIC
 
X