Logo da CBIC
22/03/2021

35 milhões de brasileiros não têm acesso à água potável no país

Ao celebrar o Dia Mundial da Água, um alerta nacional: o Brasil joga todos os dias na natureza o equivalente a 5,3 mil piscinas olímpicas de esgotos sem tratamento. Apesar das recomendações sanitárias, em meio à pandemia da Covid-19, cerca de 35 milhões de brasileiros – 5,5 milhões nas 100 maiores cidades do País –, não têm acesso à água potável e 100 milhões de pessoas à coleta e tratamento de esgotos, sendo 21,7 milhões nos maiores municípios. Os dados compõem o ‘Ranking do Saneamento’, divulgado nesta segunda-feira (22) pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com a GO Associados.

A longo prazo, a expectativa é de que o Novo Marco Legal do Saneamento (Lei Federal 14.026/2020) acelere a expansão dos serviços de água e esgotos pelo País, cumprindo as metas de acesso à água tratada para 99% da população brasileira e coleta e tratamento dos esgotos para 90% até 2033.

“O Novo Marco Legal do Saneamento é um passo importante para o resgate da vergonhosa dívida social nessa área que ainda persiste no Brasil”, aponta o presidente da Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Carlos Eduardo Lima Jorge.

Qual a importância da água?

Instituído em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU), a fim de alertar a população mundial sobre a importância da preservação dos recursos hídricos para a sobrevivência de todos os ecossistemas do planeta, o tema escolhido para comemorar o Dia Mundial da Água neste ano é ‘valorização da água’.

Experiências sobre ‘O que a água significa para você?podem ser compartilhadas por meio das redes sociais, utilizando as hashtags #WorldWaterDay e #Water2me, que alimentarão o próximo Relatório de Desenvolvimento Mundial da Água da ONU e fornecerá dados que servirão de referência para a prática de ações para o uso sustentável de recursos hídricos como formas adequadas de proteger a água com eficácia para todos.

Além de aumentar a conscientização sobre a crise global da água, um dos principais focos da data também é apoiar o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6: água e saneamento para todos até 2030.

Por meio da sua Comissão de Meio Ambiente (CMA), a CBIC reforça a importância da reflexão sobre a responsabilidade do uso eficiente e consciente desse importante recurso hídrico.

“A indústria da construção tem um papel fundamental no compromisso de conservação da água’, destaca o presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA) da CBIC, Nilson Sarti.

Prioritário nas ações estratégicas da entidade, o tema já rendeu forte atuação do maior evento global sobre água e importantes publicações em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional):

Confira!

Agenda COINFRA

Agosto, 2022

X