Logo da CBIC
11/02/2020

Avança proposta da CBIC para retomada de obras paralisadas

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) propôs em abril de 2019 uma ampla discussão entre o governo federal e iniciativa privada para buscar soluções para a retomada de 4,7 mil obras paralisadas no Brasil, referentes ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), especialmente de cerca de 1 mil creches e pré-escolas. Segundo a coluna Painel, da Folha de São Paulo, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do Ministério da Economia já começou a trabalhar com projetos-piloto para dar início, neste ano, a um plano de parcerias público-privadas de creches.

Para o presidente da Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da CBIC, Carlos Eduardo Lima Jorge, há um louvável esforço por parte do governo federal para viabilizar projetos estruturantes em parceria com a iniciativa privada. “Falamos aqui de portos, ferrovias, rodovias, aeroportos, hidrovias. Esse esforço está concentrado no chamado PPI que, se tudo correr bem e rápido, poderáo gerar investimentos da ordem de R$ 200 bilhões a partir de 2021”, registrou, em artigo ‘A hora de um PPI social’, publicado em 2019.

Lima Jorge propôs a estruturação de uma espécie de ‘PPI-S’, ou Programa de Parcerias de Investimentos Sociais, com a mesma atenção e determinação dada aos projetos estruturantes, “pensando no aquecimento do mercado nacional e no desenvolvimento de projetos de distribuição de água, de coleta e tratamento de esgoto, de destinação correta de resíduos sólidos, de construção e operação de presídios adequados, de finalização das obras de hospitais e UBSs, entre outros”, citou.

Segundo o presidente da Coinfra/CBIC, um resultado seria certo: mais rápida geração de empregos. “E com efeitos positivos no atendimento às demandas sociais, no aquecimento do mercado de construtoras nacionais e na dinamização das economias regionais”, escreveu.

Agenda COINFRA

Outubro, 2022

X