Logo da CBIC
25/08/2020

Artigo – Em meio à pandemia, vendas caem apenas 2,2% no 1º semestre de 2020

Fábio Tadeu Araújo é sócio da Brain Inteligência Estratégica.

Os Indicadores Nacionais do Mercado Imobiliário da CBIC do segundo trimestre de 2020 apresentam resultados otimistas mesmo em meio à crise. O período de apuração da pesquisa – abril, maio e junho – abordou o que possivelmente serão os meses mais críticos da pandemia do novo coronavírus. Nesse cenário, as vendas apresentaram uma queda de 16,6% em comparação com o trimestre anterior. Resultado mais positivo do que os impactos estimados para o mercado no início de abril.

Em termos de vendas, o resultado deste trimestre é o pior desde o primeiro trimestre de 2019. Porém, no saldo do semestre foram 71.109 unidades vendidas, apenas 1.601 a menos do que o realizado no primeiro semestre de 2019. Nas duas tabelas abaixo, é possível observar o desempenho de vendas de cada uma das regiões pesquisadas trimestral e semestralmente:

 

 

 

Enquanto as vendas sofreram quedas leves, a grande diminuição aconteceu nos lançamentos. Foram lançadas quase 30 mil unidades a menos do que no primeiro semestre do ano passado. O primeiro trimestre de 2020 já foi de lançamentos mais tímidos, uma queda de 14,2% em comparação com 2019. Com a pandemia, os lançamentos adiados revelam-se na queda de 60,9%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Somatório que levou a uma queda de 43,9% nos lançamentos do semestre.

 

 

 

Com as vendas superiores aos lançamentos em mais de 15 mil unidades, a oferta final apresentou significativa queda de 8,7%. A primeira diminuição da oferta desde o segundo trimestre de 2019.

 

 

Com os resultados do primeiro semestre de 2020, podemos possivelmente esperar um segundo semestre com crescimento de lançamentos represados e uma recuperação gradual das vendas, proporcional ao tempo de duração da pandemia. A digitalização do mercado imobiliário foi fundamental para que as vendas não desabassem no segundo trimestre deste ano e continuará a ser chave neste processo de retomada.

 

*O artigo conta com apoio da Tiziana Weber, sócia da Brain Inteligência Estratégica.

**Artigos divulgados neste espaço são de responsabilidade do autor e não necessariamente correspondem à opinião da entidade.

Agenda CHIS

Agosto, 2022

X