Logo da CBIC
06/04/2020

Covid-19: Seconci Brasil esclarece sobre o uso de máscaras caseiras

Foto: Sul 21

A Associação dos Serviços Sociais da Indústria da Construção Civil (Seconci-Brasil) recomenda o uso de máscaras caseiras de tecido pelos trabalhadores do setor da construção, tanto nos deslocamentos para o trabalho/casa quanto no canteiro de obras para aqueles que não necessitam usar máscara específica da atividade a título de Equipamento de Proteção Individual (EPI). As máscaras, conforme sugerido pelo Ministério da Saúde, funcionam como barreiras na propagação da doença.

Ressalta, contudo, que haja orientação correta sobre a confecção, manuseio, lavagem e reutilização da máscara, conforme descrito na nota técnica do Ministério da Saúde.

A indicação está pautada nas orientações e determinações técnicas das autoridades de saúde: Ministério da Saúde, Conselho Federal e Regional de Medicina e, em especial, nesse momento da pandemia do coronavírus, da Sociedade Brasileira de Infectologia, conforme Nota Técnica do Ministério da Saúde e Nota de Esclarecimento da Sociedade Brasileira de Infectologia sobre o uso das máscaras.

Em razão da escassez de EPIs em diversos países, em especial das máscaras cirúrgicas e N95/PFF2, para o uso de profissionais nos serviços de saúde, o Ministério da Saúde recomenda que máscaras cirúrgicas e N95/PFF2 sejam priorizadas para os profissionais para garantir a manutenção dos serviços de saúde.

O uso de máscaras caseiras, por tanto, passa a ser um fenômeno internacional no enfrentamento da Covid-19 visando minimizar o aumento de casos. As pesquisas têm apontado que a sua utilização impede a disseminação de gotículas expelidas do nariz ou da boca do usuário no ambiente, garantindo uma barreira física que vem auxiliando na mudança de comportamento da população e diminuição de casos.

As máscaras caseiras podem ser produzidas em tecido de algodão, tricoline, TNT, ou outros tecidos, que podem assegurar uma boa efetividade se forem bem desenhadas e higienizadas corretamente.

O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que esteja bem ajustada ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

 

Conheça a Associação Seconci-Brasil

Criada em 2011, a Associação Seconci-Brasil conta com Serviços Sociais da Construção Civil (Seconcis) em 29 municípios, em 10 estados brasileiros, permitindo o alcance de cerca de 630 mil trabalhadores e seus familiares.

Além da assistência em medicina e odontologia, os Seconcis expandiram sua atuação, oferecendo às empresas os serviços de medicina ocupacional e segurança do trabalho, em atendimento às Normas Regulamentadoras, com qualidade e confiabilidade. Confira os dados gerais dos serviços sociais da indústria da construção:

 

Dados Gerais

  • 9.042 empresas contribuintes
  • 638.723 beneficiários
  • 1.622 funcionários e prestadores de serviço

 

Programas Ocupacionais/Ano

  • 4.000 empresas atendidas com Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO)
  • 5.432 empresas atendidas com Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais (PPRA) ou Programa de Controle de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Construção Civil (PCMAT)
  • 246.558 Trabalhadores cobertos pelo PCMSO
  • 116.015 Trabalhadores treinados/ano

 

Atendimentos Assistenciais

  • 571.255 consultas médicas/ano
  • 428.587 consultas odontológicas/ano
  • 1.282.441 exames complementares /ano

COMPARTILHE!

Agenda CRS

Maio, 2020

Dom

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

-

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

X