Logo da CBIC
26/04/2019

Setor da construção celebra Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho

Ao celebrar neste domingo, 28 de abril, o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho, a Área de Relações Trabalhistas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) reforça a importância da adoção da cultura de prevenção de acidentes no trabalho e doenças ocupacionais, já amplamente praticada na indústria da construção e ação estratégica da entidade.

A data foi instituída pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), segundo a qual o Brasil ocupa o 4º lugar no ranking mundial de acidentes fatais de trabalho.

“Investir em Segurança e Saúde no Trabalho (SST) na Indústria da Construção não é custo, mas investimento”, aponta o vice-presidente de Área da CBIC e presidente da Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT) da CBIC, Fernando Guedes Ferreira Filho. A máxima vem sendo difundida em todas as reuniões técnicas e encontros do setor relacionados ao tema, além de praticada por meio de iniciativas que visam melhorar cada vez mais o ambiente de trabalho nos canteiros de obras para prevenir acidentes e promover a saúde do trabalhador. “O trabalhador é o nosso maior patrimônio”, diz.

Construção civil amplia ações em prol da saúde e segurança do trabalhador

A CPRT/CBIC, com a correalização do Sesi Nacional, vem desenvolvendo diversas iniciativas em prol da saúde e segurança do seu trabalhador, como a realização do Encontro Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho, da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes na Indústria da Construção (Canpat Construção), de estudos, guias e vídeos direcionados ao tema, que mencionam a importância de se adotar medidas preventivas de SST na construção, além de ações para estimular a gestão da segurança e saúde no trabalho nas pequenas e médias empresas do setor. Além disso, está em execução estudo que indicará sistemas construtivos que podem reduzir efetivamente o número de acidentes.

“Na celebração do dia 28 de abril, a CBIC mostra todas as suas ações em relação à cultura de prevenção de acidentes, com vistas a induzir ainda maior redução na incidência de acidentes na indústria da construção e tornar o ambiente de trabalho cada vez mais produtivo e seguro”, destaca Fernando Guedes.

Dentre as iniciativas do setor da construção em prol dos trabalhadores do setor, destacamos:

Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes na Indústria da Construção (Canpat Construção)

Encontro Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho na Indústria da Construção

Construindo Segurança e Saúde

Segurança e Saúde na Indústria da Construção – Prevenção e Inovação

Guia para Gestão de Segurança nos Canteiros de Obras – Orientações para Prevenção dos Acidentes e para o cumprimento das Normas de SST

Guia Orientativo de Segurança – Guia Básico para Implantação de Segurança e Saúde nos Canteiros de Obra

Guia Orientativo de Incentivo à Formalidade – Guia Básico de Exigências Trabalhistas, de Segurança, Previdenciárias e Técnicas na Construção de Obras

Guia Orientativo Áreas de Vivência – Guia para Implantação de Áreas de Vivência nos Canteiros de Obra

Guia Contrate Certo – Guia para a Contratação de Empreiteiros e Subempreiteiros na Construção Civil 

Vídeos

CBIC – Segurança no Trabalho: Choque Elétrico

CBIC – Segurança no Trabalho: Soterramento

CBIC – Segurança no Trabalho: Quedas

Vídeos 100% Seguro

Veja mais sobre as iniciativas da CPRT/CBIC, com correalização do Sesi Nacional, no site da Área de Relações Trabalhistas da entidade.

Serviço Social da Indústria contribui com ações sociais e de segurança e saúde do trabalho

O setor da construção também conta com o apoio de 16 Serviços Sociais da Indústria da Construção (Seconcis) espalhados pelo país, que nada mais é do que as empresas de construção realizando ações sociais e de segurança e saúde do trabalho em prol dos seus trabalhadores.

Em conjunto com a CBIC, Sinduscons, Sesi e Sicepot, o Seconci Brasil também desenvolve o Programa Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho (PNSST) com ações conjuntas em saúde e segurança do trabalho.

 

No balanço de 2018, os 16 Seconcis, presentes em nove estados e no Distrito Federal, atuaram em 30 cidades e tiveram um investimento anual das empresas de R$ 100 milhões, realizando:

  • • Consultas médicas assistenciai – 215.003
    • Consultas médicas ocupacionais – 172.571
    • Consultas odontológicas – 191.871
    • Exames complementares – 1.172.141
    • Quantidade de vacinas aplicadas -27.422
    • Atendimentos Fisioterapia e Pilates – 38.251
    • Óculos e próteses fornecidos – 4.332
    • Empresas atingidas com o PCMSO – 2.864
    • Trabalhadores cobertos pelo PCMSO – 133.846
    • Empresas atingidas com PPRA ou PCMAT – 4.542
    • Trabalhadores em treinamentos de SST – 18.386

 

Futuro do trabalho está ligado à inovação e o tema será amplamente debatido durante o 91º Enic

As mudanças que a inovação proporcionará ao novo ambiente de trabalho também está no radar da CPRT/CBIC. “O uso de novas tecnologias não pode ser ignorado e tem de servir como ferramenta importante para que as empresas deem um salto em sua gestão de SST”, ressalta Fernando Guedes, destacando que o tema, de impacto direto em SST, bem como outros também de grande importância à área serão debatidos durante o 91º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), maior encontro nacional do setor, que será realizado de 15 a 17 de maio, no Windsor Expo Convention Center, na Barra da Tijuca. Confira! Inscrições no site.

Agenda CPRT

Fevereiro, 2023

X