Logo da CBIC
10/12/2021

CBIC parabeniza engenheiros, alavanca do setor da construção e do país

Ao celebrar amanhã (11/12) o Dia do Engenheiro, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) aproveita a oportunidade para saudar os engenheiros da indústria da construção pela relevância da profissão no dia a dia de todos os cidadãos brasileiros.

José Carlos Martins, presidente da CBIC, parabeniza os engenheiros pelo importante trabalho desenvolvido para alavancar o setor, locomotiva da economia brasileira e reforça a importância de a sociedade encarar com seriedade a Engenharia no Brasil.

Ilso José de Oliveira, presidente da Comissão de Obras Industriais (COIC) da CBIC, ressalta que a Engenharia é fundamental para as obras industriais.

No segmento industrial e corporativo, por exemplo, a engenharia assegura aos projetos, segundo o executivo, performance de desempenho, segurança técnica e inovação nos processos. Em sua avaliação, a Engenharia, que representa entre 5,0% e 10,0% no custo final de um projeto, tem uma grande capacidade de influenciar o seu sucesso total.

“Com a engenharia bem contratada, desde as fases de projetos, de licitações até a construção, pode-se assegurar que o resultado será uma obra funcional, segura e longeva (se as manutenções forem feitas)”, menciona o empresário José Eugênio Gizzi, membro da Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da CBIC e vice-presidente CBIC – Região Sul.

Valorização da Engenharia

Para Ilso de Oliveira, o caminho para valorizar a engenharia passa por um processo de conscientização de todos (autoridades, órgãos fiscalizadores, dirigentes e gestores de empresas e a sociedade) sobre o quanto “a engenharia é importante na vida das empresas, na vida das pessoas e no desenvolvimento do País”.

Na visão de Gizzi, tudo começa pela contratação dos projetos. “Sempre valorizando a técnica, posteriormente contratando as obras não pelo ‘menor’ preço e sim pelo melhor preço, valorizando a expertise da empresa e remunerando a qualidade, a segurança e o prazo contratual”, menciona.

Oscar Simonsen, diretor da Montcalm Montagens Industriais e membro da COIC/CBIC, defende que a Engenharia no Brasil deve, de forma imediata, seguir o caminho da digitalização, que é o indicado pelo que passou a ser designado como Indústria 4.0.

O executivo da Montcalm ressalta que, a fim de seguir o exemplo de países industrializados e de países em desenvolvimento atentos a este momento, foi criado o ProEC4.0 = Programa Brasileiro de Engenharia e Construção 4.0.

A iniciativa conta com o apoio do Instituto de Engenharia (IE), Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon), Deloitte Center for Capital Project e Abemi. O objetivo é levar a indústria brasileira de Engenharia e Construção a um estágio aceitável de produtividade e competitividade.

A iniciativa tem interface com o projeto “Fortalecimento das Empresas de Obras Industriais e Corporativas” da Comissão de Obras Industriais (Coic) da CBIC, com correalização do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

Agenda COIC

agosto, 2022

X