Logo da CBIC
15/06/2021

Aumento dos custos de materiais afeta incorporadoras

O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, concedeu entrevista à Folha de S.Paulo sobre a queda na lucratividade das incorporadoras, que caiu pela metade no 1º trimestre deste ano.

De acordo com a reportagem, publicada no jornal desta terça-feira (15), o Índice Nacional da Construção Civil (INCC) começou a se descolar com mais força da inflação a partir do final de 2020, puxado pelo aumento dos custos de matérias-primas, como aço e cobre.

O presidente da CBIC apontou que vê na alta de custos de produção a razão para esta queda. “É muito claro que isso é estrutural, não é um aspecto isolado de cada empresa”, afirma.

Segundo Martins, a alta na lucratividade registrada nos trimestres anteriores ajuda a explicar a queda no primeiro trimestre deste ano.

Em maio de 2021, durante coletiva dos Indicadores Imobiliários Nacionais, a CBIC divulgou um dado que ilustra essa situação: o número de lançamentos imobiliários caiu 60% no primeiro trimestre de 2021, em relação ao último de 2020.

O presidente da CBIC pede uma ação do governo federal, como por exemplo, a redução de impostos da importação das matérias-primas para reverter o quadro. “Ou você faz um choque de oferta ou não vai ter resultado”, finalizou.

Leia a matéria na íntegra.

COMPARTILHE!

Agenda COMAT

Junho, 2024