Logo da CBIC
17/05/2018

Futuro da habitação é abordado na Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat)

As novas tendências sócio demográficas do mercado e mudanças na tecnologia foram abordadas na primeira parte da programação realizada nesta quinta-feira (17/05) pela Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat) no 90° ENIC (Encontro Nacional da Indústria da Construção), realizado em Florianópolis (SC).

O diretor de Ciência e Tecnologia do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Pernambuco (Sinduscon -PE), Serapião Bispo Ferreira Neto, abriu afirmando que o novo perfil do consumidor, as tecnologias cada vez mais acessíveis e os novos modelos de negócio farão com que as transformações no setor da construção sejam constantes. “Há 10 anos a tecnologia já dava sinais de mudanças. Até 2025 as transformações alcançarão todos os processos da construção. O que podemos fazer é criar futuros desejáveis e buscar adaptar as inovações”, revelou.

Entre as mudanças que as novas tendências trarão ao mercado da construção estão as telhas que geram energia, casas e cômodos modulares, sensores, impressões 4 D e concretos especiais. As mudanças de hábitos dos consumidores, as novas tecnologias habitacionais e as políticas públicas indutoras também contribuirão para o avanço no segmento. “É preciso trazer o governo para fazer a inclusão de políticas públicas e, assim, acompanharmos os avanços que a tecnologia já traz. E termos uma predominante cultura de inovação no setor”, defendeu Neto.

Esta ação está contida no projeto Tendências e Melhorias de Gestão Tecnológica e Inovação na Indústria da Construção, uma iniciativa da CBIC e do Senai Nacional.

Política de Ciência, Tecnologia & Inovação

As políticas de ciência, tecnologia e inovação adotadas pelo setor também foram abordadas na oficina. Segundo o presidente da Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído (Antac), José de Paula Barros Neto, o segmento produtivo abraça inovações para surfar na segunda onda de mudanças e, por meio de fortes articulações setoriais, se prepara para desenvolver a cultura da indústria de construção 4.0 no País.

“Os avanços nas políticas públicas são pequenos, mas suficientes para não introduzirem obstáculos. Não se faz mudanças sem parcerias. Além disso, entes federativos ditarão as políticas públicas e as empresas vão aproveitar para gerar receita e emprego. Precisamos quebrar as barreiras entre as empresas e o poder público. Não há como pensar em uma indústria 4.0 ou 5.0 sem pensar nos sistemas construtivos”, explicou Neto.

Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade

Os autores de soluções inovadoras que contribuam para a modernização da indústria da construção brasileira já podem comemorar. Isso por que mais uma edição do Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade foi lançada.

A premiação, que chega ao seu 22º ano, é uma iniciativa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio da sua comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat) e conta com a correalização do Senai Nacional.

O Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade tem como objetivo reconhecer trabalhos de pesquisa que envolvam produtos e sistemas inovadores, cujo resultado tenha significativo impacto na modernização dos processos construtivos no País. As inscrições poderão ser feitas de 16 de maio até 31 de agosto de 2018. O prêmio será uma participação em missão técnica a centros de inovação na  França.

Realizado bianualmente, a última edição do Prêmio, em 2016, reconheceu os melhores projetos em cinco categorias: Materiais e componentes; Sistema construtivo; Pesquisa Acadêmica; Gestão de produção e pesquisa e desenvolvimento; e Tecnologia da informação e comunicação para a construção (TICs). Os vencedores podem ser conhecidos aqui.

O presidente da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat) da CBIC, Dionyzio Antonio Martins Klavdianos, cita: “Um de nossos projetos, o foresight, tem previsão de cenários para o futuro com foco na habitação. Isso nos permite ainda mais a utilizar o prêmio deste ano como estímulo à busca de novos cenários. Toda a promoção será em torno de “O amanhã você projeta””, detalhou.

Vencedor da 21ª edição do Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade, o professor do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Maringá (DEC/UEM), Hugo Sefrian Peinado, realizou o lançamento da próxima edição e relatou as oportunidades ligadas à participação e desdobramentos do prêmio.

Agenda COMAT