Logo da CBIC
21/03/2019

MCMV: moradia digna e qualidade de vida para a população de baixa renda

Às vésperas de completar 10 anos, o Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) já beneficiou mais de 5 milhões de famílias. Nesse período, além de permitir a realização do sonho da moradia digna, o programa proporcionou a melhoria consistente na qualidade de vida e no bem estar da população, especialmente a de baixa renda, levando em consideração a forma improvisada com que muitos viviam e as melhorias conquistadas com os padrões construtivos de suas habitações atuais.

Antes do MCVM, alguns beneficiários da Faixa I do programa viviam em áreas de risco, situação alterada com a aquisição das suas moradias. De acordo com pesquisa realizada pelo então Ministério das Cidades, junto a 7 mil beneficiários do programa, a situação mais frequente dessa população na área do domicílio anterior era a de alagamento (18,4%), seguida da de proximidade de lixões e esgoto a céu aberto (13,7%), de inundações (13,4%) e da de deslizamentos de encostas (6,7%).

Na Pesquisa de Satisfação do PMCMV, realizada em conjunto com o Ipea e a Caixa Econômica Federal, para avaliar a percepção de satisfação dos usuários com o programa, foi detectada uma satisfação nacional com o programa.

“Aqui, quando chove, posso dormir tranquila; na outra casa, eu não pregava o olho.” (Roberta, Bairro Carioca – Rio de Janeiro)

Dentre as características dos beneficiários dos imóveis do Faixa I do MCMV pesquisados em 2015:
• Média de 38,5 anos
• Mulheres responsáveis pela maioria dos contratos assinados com a Caixa (87,1%)
• 51,4% são analfabetos ou possuem o ensino fundamental incompleto

A grande relevância do programa para os seus beneficiários e o País reforça a sua importância e a necessidade do seu aperfeiçoamento.

Agenda CII

Janeiro, 2023

X