Fórum promovido pela CBIC e o Senai Nacional em Aracaju (SE) tem alta qualificação e representatividade

FOTO: JADILSON SIMÕES

Com o objetivo de disseminar o conhecimento, discutir entraves e promover a aceleração de oportunidades de negócios de PPPs, de Concessões e Mercado Imobiliário no Brasil, foi realizado nesta segunda-feira (16/10), no Radisson Hotel, em Aracaju (SE), o Fórum Obras Públicas, Parcerias e Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). Promovido pela CBIC e pelo Senai Nacional, o evento contou com a participação de aproximadamente 150 pessoas. “Precisamos nos preparar para a mudança que vai ocorrer, principalmente no setor de investimento, onde os recursos vão migrar do papel para o investimento”, destacou o presidente da CBIC, José Carlos Martins, durante a abertura do fórum. Martins citou a reforma trabalhista, que vai estimular a produtividade ao invés da ociosidade. Para Martins, as PPPs passarão a ser o carro chefe, porque a demanda pelo serviço público continuará e a única forma de atender será por meio dela, já que pela nova realidade a receita pública atenderá as necessidades básicas e o custeio.

“Aqueles que se prepararem, ao fim da crise terão grandes possibilidades de avanço. As cidades estão crescendo e independente da crise os prefeitos tem que dar respostas cotidianas diante delas”, destacou o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira. O governador Jackson Barreto reforçou que, no momento, a PPP é a alternativa para a administração pública. Ressaltou que, em Sergipe, o governo conseguiu a liberação do Ministério dos Transportes para realizar o processo de parceria para a duplicação do trecho da BR-235 que corta o Estado.

Também participaram do evento, realizado em parceria com a Ademi-SE, Aseopp e Sinduscon-SE, a presidente interina do TCE-SE, Susana Azevedo, o presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Luciano Bispo, o superintendente regional da Caixa, Marco Queiroz, e prefeitos e representantes de entidades e órgãos públicos, além do presidente da Comissão de Infraestrutura (COP) da CBIC, Carlos Eduardo Lima Jorge.

(Com informações da (Aseopp-SE).

 

Compartilhe!
X