Logo da CBIC
07/10/2021

“O trabalhador da construção não é um patrimônio ou um custo, é um parceiro do setor e do Brasil”, diz Fernando Guedes

O terceiro dia da Semana CANPAT Construção 2021 contou com uma exposição sobre o diálogo setorial na construção, apresentado pela coordenadora de fiscalização e projetos da SIT, Julie Teixeira. O Painel foi moderado pelo auditor fiscal do Trabalho – SIT, José Almeida, com a participação do presidente da Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Fernando Guedes.

Durante a abertura, o presidente da CPRT/CBIC, Fernando Guedes, afirmou que o trabalhador da construção não é um patrimônio, não é um custo, é um parceiro do setor e um parceiro do Brasil. “São mais de dois milhões de empregos formais e mais de dois milhões de famílias que vivem em torno diretamente da construção formal. É um setor que de fato movimenta a economia brasileira de uma forma muito grande. São mais de 90 setores envolvidos em uma obra de construção civil. É realmente a locomotiva da economia nacional”, disse.

Guedes ainda defendeu que os empregadores não podem esquecer do bem-estar dos trabalhadores. “Quando a gente fala em segurança e saúde do trabalho, estamos tratando do bem-estar dessas pessoas. Para que ele possa ter um trabalho seguro, sadio, produtivo, para que ele possa voltar para casa no fim do dia bem e saudável no encontro com a sua família e viver sua vida com tranquilidade. É isso que nós queremos proporcionar ao trabalhador e à sociedade”, destacou.

A coordenadora de fiscalização e projetos da SIT, Julie Teixeira, apresentou as ações coletivas estratégicas para alcançar os objetivos no setor. Veja a imagem abaixo:

Como diferenciais de estratégias, Julie afirmou que deve englobar o envolvimento de todo o segmento econômico e não tão somente das empresas fiscalizadas e a uniformização de procedimentos fiscais com combate aos pontos críticos dos segmentos sob foco.

Segundo ela, existem alguns estados que estão desenvolvendo a ideia dos diálogos setoriais na construção civil. “Os estados estão fazendo esses pilotos, mas a gente precisa realmente pensar na possibilidade de desenvolver e mobilizar nacionalmente um diálogo setorial no setor. Fica o convite para poder articular e buscar integrar realmente as entidades estaduais e tentar levantar o que seria prioritário para a gente trabalhar para pensar em soluções para reduzir o número de acidentes, os índices de gravidade e de frequência na construção. É um compromisso que temos com essa redução. Acreditamos que o caminho é uma ação setorial”, afirmou.

O auditor fiscal do Trabalho, José Almeida, reiterou que essa interação é essencial. “Essa forma de prevenção através do diálogo setorial pode potencializar muito as ações, pode dar essa igualdade para todas as empresas, como nós queremos. A gente espera atingir todos dessa forma. Com informação de qualidade, orientação, através do diálogo e da construção conjunta de diagnósticos e das soluções”, disse.

Fernando Guedes concluiu dizendo que a rodada de debates da Semana CANPAT Construção 2021 é relevante. “É importantíssima para a disseminação de conhecimento, de boas práticas, das melhores situações, justamente para que a gente possa continuar trabalhando para garantir ao trabalhador um trabalho seguro e sadio”, finalizou.

A Semana CANPAT Construção é realizada em parceria com a Inspeção do Trabalho (SIT), do Ministério do Trabalho e Previdência, o Serviço Social da Indústria (SESI) e os Serviços Sociais da Indústria da Construção (Seconcis).

COMPARTILHE!

Agenda CPRT

Dezembro, 2021

Dom

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

-->
X