Logo da CBIC
04/11/2019

Construção reforça importância da prevenção do câncer de próstata

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que o câncer de próstata se tornou o segundo mais incidente entre os homens e, ao se considerar ambos os sexos, o quarto mais comum. Para alertar sobre a necessidade de prevenção da doença, o Serviço Social da Construção (Seconci-SP) ingressou na campanha Novembro Azul, iluminando sua sede.

A relevância do diagnóstico precoce aumenta as chances de cura do paciente. Todo homem acima de 45 anos deve visitar o urologista anualmente. Quando existe histórico familiar de câncer de próstata, é recomendável a antecipação dos cuidados para os 40 anos.

A prevenção da doença acontece por meio da realização de três análises:

  • Ultrassom de rins, bexiga e próstata
  • Exame de PSA (coleta de sangue)
  • Exame de toque, que investiga a região para constatar nódulos, mesmo que pequenos

Os exames podem ajudar a identificar outras patologias associadas à saúde do sexo masculino.

Se constatados indícios de câncer, será necessária a realização de uma biópsia. Nos casos iniciais, recomenda-se a cirurgia para remoção de toda a próstata e de alguns tecidos à sua volta, como a vesícula seminal, ou a radioterapia que utiliza radiações para destruir o tumor e impedir que as células se multipliquem. Quanto mais inicial o estado, maiores as chances de cura. Já nos níveis avançados, é indicado o uso do bloqueador hormonal, responsável pela redução de hormônios masculinos.

Finalizado o tratamento, o paciente deve retornar a cada quatro meses no primeiro ano e depois a cada seis meses. Passados cinco anos, o retorno deve ocorrer uma vez por ano. Com o avanço da tecnologia, a cirurgia se tornou um procedimento menos invasivo e de rápida recuperação.

O Seconci-SP conta com uma equipe médica que poderá orientar os trabalhadores e seus familiares sobre a prevenção, diagnóstico e tratamento apropriado do câncer de próstata.

(Com informações do Seconci-SP) 

Agenda CPRT