Logo da CBIC
21/08/2019

Gant apresenta normas em discussão de cimento, concreto e agregados

A apresentação do escopo de normas técnicas do Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados (ABNT/CB-018) foi o destaque da reunião realizada pelo Grupo de Acompanhamento de Normas Técnicas (Gant), nesta terça-feira (20), via videoconferência.

O grupo faz parte da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) e vem trabalhando em ações nacionais de disseminação do Processo de Normalização e estruturação de Grupos Regionais de discussão de normas.

Na abertura da reunião houve uma breve explicação sobre o trabalho realizado pelo Gant e a apresentação dos Grupos Regionais, que participaram à distância de vários estados: Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Pernambuco, Mato Grosso, Paraná e Ceará.

Raquel Sad Seiberlich Ribeiro, gestora dos Projetos de Inovação e Tecnologia da Comat/CBIC, contextualizou o trabalho realizado pelo Gant desde 2013 e afirmou que o cenário futuro é otimista. “O que vem pela frente requer trabalho, mas já foram vencidas várias barreiras por meio do grupo de acompanhamento, onde agora é possível enxergar mudanças na cultura das construtoras, por exemplo”. Raquel destacou ainda que para o segundo semestre está previsto o desenvolvimento de um amplo plano de comunicação do Portal CBIC de Normas Técnicas, com as melhorias implementadas em sua versão 2.0 desenvolvidas no primeiro semestre deste ano.

Inês Battagin, Superintendente da ABNT/CB-018, apresentou o escopo de normas técnicas do Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados. Em sua abordagem citou a dificuldade de engajamento das partes interessadas nas discussões dos projetos.

“O maior desafio da ABNT é de quórum. O ideal seria incluir a academia nos trabalhos. Precisamos pensar em como fazer essa aproximação, pois seria um reforço importante”, Inês Battagin.

Inês detalhou as normas em análise e os novos projetos (NTIs) para 2019:

  • 37 normas para confirmação
  • 15 normas para revisão e publicação
  • 25 normas para início da revisão
  • 3 projetos novos

De acordo com Inês, sobre a atuação da ABNT/CB-018, o Comitê secretaria duas Comissões de Estudo Especiais:

  • ABNT/CEE 169 – Inspeção de estruturas de concreto
  • ABNT/CEE 193 – Materiais não-convencionais para reforço de estruturas de concreto

Sobre projetos em desenvolvimento, Inês destacou o que trata de concreto endurecido (P 018.300.002-005) e concreto reforçado com fibras (P 018.300.011-001). No primeiro caso, ela informou que um ensaio já foi realizado. “Conseguimos realizar esse ensaio que foi delicado e atingimos 10% de variabilidade. Mas minha sugestão é que se proponha um novo ensaio para o desenvolvimento dessa norma”.

Em relação ao segundo projeto destacado, “a ideia é que se feche um pacote para tratar do assunto por inteiro”, afirmou fazendo referência às três partes de controle da qualidade que estão em discussão no ABNT/CB-018 e a parte de projeto que está sendo discutida no ABNT/CB-002 Comitê Brasileiro da Construção Civil.

A superintendente apresentou ainda a lista completa dos projetos em andamento na ABNT/CB-018. Confira a íntegra da apresentação aqui.

Já Lydio Bandeira, Consultor do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio) tratou sobre o andamento da revisão da ABNT NBR 7212 – “Concreto Dosado em Central” (estágio atual e expectativas), norma de grande interesse dos construtores que faz parte do escopo do ABNT/CB-018.

As ações e pautas dos Grupos Regionais de Normas Técnicas também foram abordadas e os Coordenadores dos Grupos Regionais sugeriram tratar dos temas Perícias e Impermeabilização na próxima reunião do GANT, que deverá acontecer no final de setembro.

Todas as atualizações, movimentações e discussões de normas técnicas estão disponíveis no Portal de Normas Técnicas da CBIC.

As ações do Gant estão integradas no Projeto Gestão das Normas Técnicas do setor, uma iniciativa da CBIC e do Senai Nacional.

Agenda COMAT