Logo da CBIC
19/05/2022

COMAT realiza reunião com participação do Inmetro e Antac

A Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (COMAT) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) realizou reunião online nesta quarta-feira (18).

A reunião, dividida em duas etapas, iniciou com debate entre o presidente da COMAT, Dionyzio Klavdianos e o assessor da presidência do Instituto Nacional de Meteorologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Marcos Aurélio Lima de Oliveira, sobre entraves regulatórios na importação de produtos (modelo de certificação do aço, certificação vinculada ao interessado, reconhecimento de certificação de laboratórios internacionais).

O tema, baseado na aprovação do modelo regulatório de 25 de fevereiro, levantou questões sobre a participação do setor nesse processo. De acordo com o assessor, o Instituto defende uma aproximação do setor regulado com o órgão e considera o trabalho feito, até o momento, um grande avanço. “Pela primeira vez, é uma oportunidade do setor regulado ser empoderado. E quando aparecer qualquer medida diferente da orientada pelo Inmetro, o setor pode se manifestar”, disse.

O assessor do Instituto ainda respondeu dúvidas sobre os temas:

  •  Desenvolvimento de rede de laboratórios de ensaios para construção civil, apontando a necessidade  de atenção em áreas consideradas mais carentes como Norte e Nordeste;
  •  Eliminação de redundâncias de programas de certificação voluntárias de produtos empregados na construção civil, como o  Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade (SBAC) e Programas Setoriais da Qualidade (PSQs) do PBQP-H; 
  • Capacitação em metrologia “elementar” para as construtoras. 


Na segunda etapa da reunião, o presidente da Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído (ANTAC), professor Sérgio Scheer, falou sobre a meta de estimular o desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias relacionadas ao BIM e demonstrou a utilização do modelo na prática, com os projetos pilotos de Gestão e Controle de Obras e Gestão de Ativos. 

Scheer explicou ainda sobre o programa do Governo Federal, Construa Brasil, lançado com o objetivo de desburocratizar o setor da construção. “É importante lembrar que esse projeto é parte dos esforços para a disseminação da estratégia do BIM BR, Estratégia Nacional de Disseminação do Building Information Modelling – BIM”, pontuou. 

O presidente da COMAT, Dionyzio Klavdianos, elogiou a apresentação: “Essa apresentação é interessante. É uma aplicação prática de BIM na questão do processo, que eu tenho visto que ainda está sendo um dos pontos mais difíceis”. 

O último tema da pauta foi sobre as normas técnicas prioritárias para 2022. O assessor técnico do Sinduson-MG, Roberto Matozinhos, destacou a importância do Grupo de Acompanhamento de Normas Técnicas (GANT), que existe há mais de 10 anos. “O grupo tem como principal objetivo contribuir, apresentando a expertise dos construtores durante processo de elaboração e revisão do arcabouço de normas do setor da construção e ainda, acompanhar e divulgar para todo o setor, as alterações realizadas, induzindo o conhecimento e aplicação das normas técnicas”. 

A importância da participação dos representantes nesse processo também foi lembrada pelo assessor. “É de suma importância a mobilização de todos os profissionais, empresas e entidades no processo de normalização”, afirmou.

COMAT Agenda