Logo da CBIC
27/08/2018

Mercado imobiliário do Amazonas comemora desempenho em junho e julho

Manaus ainda continua sendo um dos m² mais baratos do Brasil, as unidades residenciais com preço de 3 a 4 mil por m² ainda são as mais vendidas nos últimos meses. Os dados da pesquisa dos indicadores do mercado imobiliário foram apresentados na manhã desta segunda-feira (27) no “Encontro de Associados” realizado pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM) e Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM).

No encontro, os indicadores dos meses de junho e julho ganharam destaque na apresentação. O setor comemorou os dois últimos meses do ano que juntos somaram mais de R$ 180 milhões. Junho faturou cerca de R$ 101 milhões, enquanto que em julho houve uma queda, um valor gerado em tordo de R$ 78 milhões. Porém, segundo o diretor da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da Ademi-AM, Henrique Medina, o valor foi bastante positivo, já que historicamente as vendas em julho caem significativamente.

“Todos os números são extremamente expressivos e maiores comparados ao mesmo período do ano passado. O segundo trimestre de 2018, tanto no que se refere a vendas quanto a volume de lançamento foi positivo. Vendemos praticamente todos os produtos desde Minha Casa, Minha Vida a terrenos”, comemorou Medina.

Como nos meses anteriores, o padrão com maior número de vendas brutas continuou sendo o econômico, apartamentos com 2 dormitórios, 87% das vendas totais residenciais. Em relação ao tempo médio em vendas, dos empreendimentos residenciais em atual comercialização, 86% do total da oferta lançada são de unidades já prontas.

Agenda CII

Janeiro, 2023

X