Logo da CBIC
01/12/2022

Veja como foi o Seminário SINAPI com foco no Rio Grande do Norte

O Seminário Técnico “Sinapi: Metodologia e Aplicação”, realizado pelo Sindicato da Indústria Da Construção Civil do Rio Grande do Norte, Sinduscon-RN,em parceria com o SICEPOT RN  com a Comissão de Infraestrutura (COINFRA) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), foi realizado nesta quarta-feira (30/11).

Os objetivos do encontro foram: disseminar os resultados do processo de revisão/aferição das composições do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI) através da apresentação das atualizações e modificações ocorridas no sistema; debater suas aplicações empresariais e reforçar a necessidade do embasamento técnico de orçamentos de obras que empregam recursos do Orçamento Geral da União (OGU) e das estatais nesse detalhado sistema de custos unitários.

Segundo o consultor SINAPI para a CBIC, Geraldo de Paula Eduardo, o intuito do evento é trazer a informação atualizada de como está o sistema atualmente. “Sempre com a finalidade de garantir uma maior segurança para o nosso mercado para poder competir com mais confiabilidade. Além disso, este seminário procura passar encorajamento ao orçamentista”, disse.

O vice-presidente para Mercado Imobiliário do Sinduscon-RN, Marcus Aguiar, mencionou que as atualizações também demandam questionamentos e dúvidas. “O objetivo é apresentar as novidades, o que está sendo implementado, procurar diminuir as dúvidas de todos que trabalham com orçamento”, afirmou.

O gerente de produção do SINAPI do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Augusto Sérgio Lago de Oliveira, ressaltou que, durante o seminário, eles encaminham soluções para os participantes. “Além disso, a participação de todos é muito importante para o aprimoramento da pesquisa.”

O gerente-executivo da equipe do SINAPI vinculada à GEPAD, Mauro Fernando Martins de Castro, explicou sobre as referências SINAPI, composições de serviço, representativas e paramétricas. “Nós da Caixa entendemos que tem espaço para diversos tipos de composição, dependendo do uso e do órgão que está utilizando nesse ponto de vista.”.

Ubiraci Souza também realizou uma apresentação sobre o Sistema. Demonstrou diferentes possibilidades de composições paramétricas, como: m3 de estrutura de concreto armado, número de pontos de fornecimento de energia elétrica, m2 de cobertura, número de ambientes hidráulicos, peso da estrutura de aço.

Também participaram do seminário: 

Ana Adalgisa – CREA-RN

Rafael Melo – GIGOVNA

Daniel Corrêa – GIGOVCB

Clique aqui e veja a transmissão na íntegra! 

O evento é uma ação do projeto para disseminar os Resultados do Processo de Revisão Sinapi para “Melhoria da competitividade e da Segurança Jurídica para Ampliação de Mercado na Infraestrutura” da Coinfra/CBIC, com a correalização do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

Agenda COINFRA

febrero, 2023

X