Logo da CBIC

Agencia CBIC

30/11/2017

Construção quer multas maiores para caminhões com peso a mais

Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIA
Representantes do setor de construção pleiteiam aumento de valor e aplicação de multas para veículos que carregam excesso de peso nas rodovias públicas e concessionadas do país.

“Isso acontece muito onde há concessão. A aplicação de multas também é falha, o que causa atritos também com a ANTT (agência do setor)”, diz José Carlos Martins, presidente da CBIC.

Um dos pedidos é o fim de uma tolerância de até 5% além do peso máximo permitido por rodovia, diz o diretor da Fiesp Newton Cavalieri.”Acima desse percentual, o valor da multa aumenta a cada 200 quilos de excesso; um peso de 1,5 tonelada além do tolerado paga R$ 324, o que é desprezível.”

As construtoras são responsabilizadas por danos ao pavimento, mas não deveríam, porque as rodovias são usadas de maneira inadequada, afirma Cavalieri.Essa é a principal proposta de um documento que a Fiesp torna público nesta quinta-feira (30).

A ideia não é arrecadar com as multas, mas coibir veículos com muito peso.

(com informações da Folha de SP – Mercado Aberto)

COMPARTILHE!

Agenda de la construcción

Socios y Entidades Confederadas

Socios

 
Sinduscon-MA
Sinduscon Chapecó
Ademi – ES
Sinduscon-CE
Sinduscon-PA
Sinduscon-AL
Sinduscon Sul – MT
Sinduscon-RIO
Sinduscon-MG
Ademi – AL
Sinduscon-ES
Sinduscon-MS
 

Marque aquí y consulte a nuestros socios

Entidades Confederadas

 
CICA
CNI
FIIC
 
X