Jacareí sedia o primeiro evento de capacitação e disseminação de ideias por uma nova cultura urbana | CBIC

Jacareí sedia o primeiro evento de capacitação e disseminação de ideias por uma nova cultura urbana

Projeto de iniciativa da CBIC com correalização do Senai, que contou com a participação do Instituto Jaime Lerner, será apresentado no 89°ENIC, com o lançamento oficial da cartilha ”Por Uma Nova Cultura Urbana”

Ajudar as cidades a construírem a sua Visão de Futuro e aproveitar o seu potencial e vocação na concretização de um modelo integrado de planejamento urbano. A mensagem faz parte do depoimento do arquiteto Jaime Lerner gravado em vídeo e que será apresentado no 89° Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC), o mais importante evento anual do setor, marcado para os dias 24,25 e 26 de maio de 2017. “Um cenário estratégico pactuado com a sociedade para que emerja e se viabilize uma estrutura de crescimento sustentável. Um desenho capaz de mobilizar os esforços de todos os setores,” ressaltou Lerner sobre o objetivo do projeto de disseminar ideias inovadoras por uma nova cultura urbana.  

Com a realização da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio da Comissão da Indústria Imobiliária (CII), correalização do SENAI e com o apoio e do Instituto Jaime Lerner, foi realizado em Jacareí esta semana o Seminário e Oficina Por Uma Nova Cultura Urbana. Realizado em dois momentos, dia 11/05 no período da tarde e 12/05 pela manhã, o evento sediado em Jacareí, foi a  primeira Caravana de Disseminação de ideias inovadoras, que busca sensibilizar as cidades a engajar-se no processo de mudança de paradigma de gestão e desenvolvimento urbanos.

“O projeto Nova Cultura Urbana foi concebido no sentido de construir uma base de conhecimento sobre a área urbanística, de forma a oferecer ao segmento das médias e pequenas cidades subsídios para que elas possam crescer de uma maneira organizada, respeitando as principais e mais modernas orientações urbanísticas”, destaca o presidente da Comissão da Indústria Imobiliário (CII) da CBIC, Flávio Domingos Prando, que abrirá
os trabalhos da CII nas Comissões temáticas no 89° ENIC, no dia 25/05.

A Caravana é o início do trabalho de sensibilização da comunidade local para participar de debates e formulação de um plano de desenvolvimento estratégico local. “O objetivo desse Seminário é o despertar de uma quebra de paradigmas. Não significa, contudo, um projeto finalizado para Jacareí.  Mas a cidade, evidentemente, tem duas coisas muito fortes: a sua história e cultura. Jacareí nasceu às margens do rio, que passa a ter muita importância para a vida da cidade. Entendemos, assim, que o melhor controle do meio ambiente é ter uma ocupação ordenada do espaço”, explicou o Coordenador do Grupo de Trabalho de Desenvolvimento Urbano da CII-CBIC, Arthur Parkinson, diretor da Parkinson Desenvolvimento Imobiliário”.

Município da região do Vale do Paraíba e litoral Norte do Estado, Jacareí está situada a 82 quilômetros da Região Metropolitana de São Paulo. A cidade, com 226,53 mil habitantes (estimativa IBGE/2015), foi selecionada como cidade piloto para a realização da primeira Caravana de disseminação de ideias inovadoras.

Participaram da primeira Caravana por uma nova cultura urbana, conforme apregoa o projeto da cartilha, cujo conteúdo é de autoria do Instituto Jaime Lerner, no Teatro do Educamais Jacareí, representantes do poder público local, entidades educacionais, categorias profissionais, além de organizações da sociedade civil.

Na ocasião, foram detalhados os principais pontos das publicações “Por Uma Nova Cultura Urbana: Caderno de Referências” e “Por Uma Nova Cultura Urbana: Guia Ilustrado”. Os documentos, que serão lançados oficialmente no 89°ENIC, enfocam temas estratégicos para o planejamento das cidades, sua implantação dos projetos de desenvolvimento e gestão. Numa linguagem didática, O Guia ilustrado, traz um resumo do assunto. Já O Caderno de Referências é o documento técnico mais completo, essencial para o diagnóstico dos problemas e vocações das cidades. A intenção dos especialistas é que as publicações sejam utilizadas como um manual orientativo e de auxílio às cidades na elaboração de um Plano de Desenvolvimento Estratégico (PDE).

Em seu discurso de abertura do Seminário e Oficina Por Uma Nova Cultura Urbana, o prefeito de Jacareí ressaltou a importância do evento, que vai ao encontro do planejamento da cidade a médio prazo. ”O momento é muito oportuno porque estão em elaboração os projetos da LDO  e do Plano Plurianual para os próximos quatro anos,  e transformar Jacareí na cidade que todos queremos. Mas para isso,tem que ter o diálogo com a sociedade civil e também precisa existir a referência teórica; por isso o projeto veio a calhar”, ,disse o prefeito.

No último dia da Caravana em Jacareí os representantes do  Instituto Jaime Lerner, conduziram uma oficina de trabalho com 40 participantes, previamente inscritos, para debater os problemas da cidade. Organizados em cinco grupos temáticos os especialistas propuseram um diálogo em torno de um “diagnóstico eficiente “. “A ideia é que o diagnóstico seja uma ferramenta para alicerçar a visão de futuro, na medida em que ele nos ajuda a calibrar cenários e conferir impressões de quem vive o dia a dia da cidade que conhece”, explicou Ariadne Daher, arquiteta e urbanista do Instituto.

Mobilidade e trânsito foram os temas prioritários escolhidos por Jacareí para a discussão do grupo. Além desses, foram discutidos os temas relativos à identidade da cidade (patrimônio cultural e natural), relações de vizinhança ( contexto regional ao qual está inserida a cidade e as relações complementares com os municípios vizinhos), planejamento do território e planejamento para a gestão.

A parte da gestão fiscal e governança coube a condução dos trabalhos ao economista do Instituto Lerner, Alberto Paranhos. Ele fez uma abordagem didática sobre o ordenamento físico, a localização da atividade econômica predominante na região e as condições de habitação local. No tocante à governança, a transparência na gestão, segundo Paranhos, é o elemento importante juntamente com a mobilização das parcerias.  “É fundamental ter um elemento de explicação para a população de tudo o que está sendo feito, como a prestação de contas participativa.

Com o diagnóstico foram apontados,para cada um dos temas levantados, os desafios e oportunidades para a cidade. A partir disso, poderão ser propostas ações que servirão de base para a elaboração do Projeto Estratégico da Cidade.

 Para a presidente da Fundação PRO LAR, Fátima Rangel, este é o momento das pessoas ligadas à gestão do municípios começarem a discutir os temas colocados na oficina. “Debater o planejamento futuro, e paralelamente, ter um olhar especial de valorização da verdadeira vocação da cidade. Nós somos do interior. É preciso valorizar, alimentar e mostrar que uma cidade boa para viver é boa também para investir”.

Com a mesma disposição em avançar nos debates quanto ao futuro da cidade, a presidente da Câmara Legislativa de Jacareí, Lucimar Ponciano, disse que o instrumento do legislativo é o aperfeiçoamento da legislação, para que as leis existentes sejam aplicadas. “A Câmara pode propiciar o diálogo sadio entre o Ministério Público e os órgãos de governo, por exemplo, para solucionar os entraves relacionados à infraestrutura, mobilidade e pendências na esfera ambiental”.

Participaram das oficinas, além da presidente da Câmara, os representantes das secretarias municipais de governo.